Tuiles de Côco

Há dias, ainda que raros, em que dou de caras com alguma receita que tem exactamente a quantidade de algum ingrediente que se arrasta no frigorífico. E assim fiz os meus primeiros Tuiles. Já procurei informações sobre estes pequenas, deliciosas, e, crocantes bolachinhas, mas pouco encontrei. Tuiles é um biscoito crocante fino que tem uma forma semelhante a uma telha e cuja receita é de origem francesa. É bastante versátil em várias combinações de ingredientes e pode ser usado nas mais variadas criações culinárias, sobretudo sobremesas. A receita encontrei no blogue das Receitas do Caldeirão da Bruxa Solar, que, no seu post mencionava ter obtido um resultado diferente do original. Estando à distância de um clique, de imeadiato fui até à fonte da receita, o Sabor Sonoro. Não estava à espera de um resultado tão delicioso. Esta é daquelas receitas que nos ensina que simples e rápido podem coabitar no universo das probabilidades com sucesso.

Ingredientes: 3 claras, 80g coco ralado seco – 70g açúcar – 20g farinha T55 – 60g de Vaqueiro Líquida

Bater as claras levemente com um fouet – vara de arames – até formarem apenas bolinhas ao cimo. Depois ir adicionando os restantes ingredientes, 1 a 1, misturando bem entre cada adição. Ligar o forno a 160ºC. Forrar um tabuleiro com papel vegetal e ir colocando 1 colher de chá de massa – capacidade para 5ml. Com as costas da colher alisar bem até obter um disco fino. Como rende bastante, entre cada fornada ia guardando a mistura no frigorífico. Deixar no forno até dourar as beiras. Retirar e deixar arrefecer cerca de 2m no tabuleiro. Soltar cada disco com cuidado para não se partirem. Deixar arrefecer totalmente e guardar em frasco heremético. AVISO: são viciantes, deliciosamente crocantes. Para quem aprecia côco são uma pequena iguaria. Bom fim-de-semana.

Alice e Pimentinha para o Lanche

Confesso que ultimamente tenho feito uma passagem silenciosa pelos blogues que acompanho. Por vezes fico com a sensação que já foi tudo dito e nada de novo irei acrescentar, e, para não correr o risco de repetir frases vou em bicos de pés para não fazer barulho.

Tenho acompanhado, com interesse e entusiasmo, o projecto lançado pela Ana, o Convidei para Jantar , e, resolvi participar. Nesta edição foi a Su que escolheu o tema, Personagens de Desenhos Animados.

A escolha é difícil pois nos anos 80 a geração foi brindada com excelentes séries de animação, e, por isso, terei que organizar muitos lanches para os convidar a todos. Mas, enquanto fazia estes biscoitos lembrei-me de duas personagens, uma todos se lembrarão, mas, a outra, falo com muitas pessoas, que, não se lembram dela. Assim sendo e fugindo um pouco da regra, convido a Alice e a D. Pimentinha para o chá, pois ambas o apreciam e fizeram-me muitas vezes companhia nos meus lanches.

Para quem não se lembra a D. Pimentinha era uma senhora muito engraçada que escondia um segredo, ela tinha 1 colher mágica que pendurava ao pescoço. Com ela, conseguia ficar bem pequenina, falar com os animais e observar o mundo de outra perspectiva. O único senão é que não conseguia controlar os seus poderes e as suas transformações surgiam nos momentos mais inoportunos.

Servi uns biscoitos, que, tal como elas, fazem parte da minha infância, os Biscoitos de Canela e um chá. A receita já anda aqui no blogue e é um clássico em qualquer casa.

D. Pimentinha

Bolachinhas de Limão e Canela

Fáceis de fazer, de comer e são feitas com 2 coisas que fazem um par perfeito, Limão e Canela. Dispensam-se mais apresentações, e, se dúvidas houver, o melhor é ir até à cozinha e passar uma tarde doce e bem crocante.

Ingredientes:
2 ovos
175gr de açúcar amarelo
175gr de manteiga derretida
600gr de farinha com fermento
Raspa de 1 limão
30ml de sumo de limão

Com uma vara de arames bater o açúcar e os ovos até ficar bem cremoso. Adicionar as raspas e o sumo de limão e misturar bem. Juntar a manteiga derretida e misturar. Por fim juntar a farinha e envolver tudo muito bem com uma colher de pau até a massa se soltar e não se colar às mãos. Enrolar em película aderente e colocar no congelador cerca de 15m. Ligar o forno a 180ºC. Retirar e estender na bancada com a ajuda do rolo. Deixar uma altura de cerca de 1cm. Cortar com um cortador a gosto, pincelar com ovo batido e polvilhar com açúcar e canela a gosto. Levar ao forno em tabuleiro forrado com papel vegetal cerca de 15m. Assim que estiverem com os bordos dourados estão prontas. Retirar e deixar arrefecer na rede. Vão estar moles quando retirar mas acabam por ficar mais rijas depois de frias. Por isso, atenção ao tempo de forno para não ficarem duras. São muito simples de fazer e ficam realmente muito boas, crocantes por fora e desfazem-se na boca.

Obs: Houve algumas que ficaram bem mais escuras por descuido. No entanto e para grande surpresa minha, apesar de estarem mais rijas, comiam-se de igual forma muito bem pois desfaziam-se com facilidade na boca. É só escolher e deixar a nossa vontade definir as cores, mais, ou menos tostadas .

Biscoitos de Aguardente

Não costumo fazer muitos biscoitos sempre com medo de arriscar e ficarem duros demais. Com umas dúzias de ovos caseiros em casa tenho que, arranjar forma, de, os começar a gastar. Confesso que, ultimamente ,tenho pensado muito nos Económicos feitos há tempos pela Tuquinha, mas, como não tenho as formas para fazer os bolos fiquei-me pelos biscoitos e acabei por me basear na receita da Tuqinha para os fazer e ficaram deliciosos.
E, como a coisa correu bem estou a pensar fazer os Económicos em forminhas mais pequenas. Mas, por agora aqui fica a receita dos biscoitos que são mesmo muito bons. Os meus ficaram com sabor aos da minha avó, que, por ser analfabeta não tinha caderno de receitas, mas, mesmo assim foi passando os seus saberes para a minha mãe.
Ingredientes:
600gr de farinha T55 – usei da Nacional
125ml de azeite morno
125gr de açúcar
4 ovos grandes
1 colheres de sopa de fermento para bolos
2 colheres de sopa de aguardente

 Preparação: 

  1. Bater os ovos com o açúcar até obter um creme fofo.
  2. Aquecer o azeite uns segundos no microondas e juntar aos ovos e juntar as colheres de aguardente.
  3. Colocar os ganchos na batedeira e juntar 300gr de farinha. Depois de bem misturada juntar o fermento e por fim as restantes 300gr de farinha.
  4. Pré-aquecer o forno a 220ºC e forrar o tabuleiro com papel vegetal.
  5. Untar as mãos com umas gotas de azeite e ir moldando biscoitos com cerca de 25gr de peso, argolas, lacinhos, bolinhas, o que se quiser.
  6. Pincelar os biscoitos com uma clara e polvilhar com açúcar.
  7. Levar ao forno que já está bem quente até estarem dourados. Atenção ao tempo ou depois ficam duros. Cerca de 15m e devem ser retirados. Depois arrefecem no tabuleiro uns 5m e passam para a rede onde acabam de arrefecer e depois é só guardar em frascos ou latas. Ah mas antes comam alguns para saberem se ficaram bons 🙂
Para os mais gulosos aumentem as quantidades de açúcar, para mim são bons assim, pouco doces e a sentir o leve aroma da aguardente.

Argolas de Limão

Esta receita é bem simples e foi tirada de um dos livros de receitas de biscoitos da Sidul.
Ingredientes:
100gr de açúcar
50gr de manteiga à temperatura ambiente
Raspa de 1 limão
5 colheres de sopa de leite
1 ovo
260gr de farinha
1 gema de ovo
3 colheres de sopa de leite
Preparação: Costumo dar uns segundos no microondas à manteiga apenas para ficar mais maleável. Com a batedeira e usando os ganchos, misturar bem a manteiga com o açúcar e a raspa de limão. Bater o ovo  com o leite e juntar à mistura anterior. Juntar aos poucos a farinha a amassar com a batedeira até formar uma espécie de bola. Acabar de amassar com as mãos, enrolar em película e levar ao frigorífico por 10m. Passado o tempo moldar as argolas. Pincelar com a gema misturada com o leite e levar ao forno até estarem dourados.

Bolachinhas de Natal

Quando vi estas bolachinhas no blog da Bea achei-as tão delicadas que anotei para um dia fazer. Depois vi que a Patrícia e a Figo Lampo acabaram também por experimentar. Como queria presentear umas amigas achei que também estava na hora de as fazer. São de facto mesmo muito boas, um sabor delicado a baunilha e é mesmo impossível comer uma só. Aqui fica a minha experiência e aconselho a fazer em dias frios como estes e acompanhar com um chá bem quentinho.
Ingredientes:
150gr de manteiga à temperatura ambiente
125gr de açúcar em pó
1 ovo
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de essência de baunilha
450gr de farinha sem fermento
Preparação: Colocar a manteiga no microondas e dar-lhe uns escassos segundos apenas para que fique um nadinha mais maleável. Com a btedeira bater a manteiga até começar a ficar com aspecto cremoso. Juntar o açúcar e continuar a bater a estar cremoso. Adicionar o ovo batido com o mel e a essência de baunilha e continuar a bater até ficar creme. A velocidade baixa envolver aos poucos a farinha peneirada até obter uma pasta. A massa fica muito fácil de moldar pelo que achei uma maravilha fazer estas bolachinhas. Dividir a massa em duas bolas. Na bancada colocar uma folha de papel vegetal e com a ajuda do rolo esticar uma sas bolas de massa sobre este de modo a ficar com cerca de 0,5cm de espessura. Tapar com outra folha de papela vegetal e levar ao frigorífico por 2h. Para quem tem crianças aconselho a fazer a massa depois do lanche. Deixar no frigorífico e depois de estarem a dormir fazer as bolachinhas com todo o tempo do mundo 🙂 Se preferirem poderão levá-la ao congelador por 15m e continuar a saga das bolachinhas. Passado o tempo de frio retirar uma das placas de massa e com com a ajuda de cortadores de massa fazer as bolachinhas a gosto. Cortar as bolcachinhas em cima do papel vegetal e depois é colocar no tabuleiro. Levar ao forno pré-aquecido a 175ºC até estarem levemente douradas nas pontas. Não descuidar com o tempo ou ficarão duras.  Retirar e deixar arrefecer no tabuleiro durante 5m. A receita rendeu-me cerca de 60 bolachinhas.

Biscoitos de Laranja e Canela

Há dias em que sou invadida por uma vontade de comer biscoitos mas tenho sempre algum receio de os deixar tempos demais e que fiquem duros. Hoje foi dia de biscoitos e não ficaram duros, ficaram mesmo no ponto certo. São de laranja mas também fiz alguns com canela… bem de comer e chorar por mais. A receita veio do De Volta dos Tachos e acabei por lhe dar um toque diferente com a canela e a custard. Atrevam.se e parem de comer se conseguirem.
Ingredientes:
*300gr de farinha com fermento *100gr de manteiga à temperatura ambiente *50gr de açúcar *raspa de 1 laranja *sumo da laranja *2gemas *canela em pó * 50gr de farinha custard
Preparação: Pré-aquecer o forno a 200ºC. Numa taça misturar as farinhas e o açúcar. Cortar a mateiga em pedaços e defazer com a farinha até ficar uma espécie de areia grossa. Para facilitar a tarefa aqueci uns segundos a manteiga 5segundos no máximo apenas para ficar mais manejável. Não se quer mole. De seguida abrir um buraco no meio da farinha e deitar a raspa da laranja, o sumo e as gemas. Amassar tudo muito bem e moldar bolinhas a gosto. Metade das bolinhas passei por canela em pó. Colocar no tabuleiro do forno forrado com papel vegetal ou tapete de silicone e levar ao forno cerca de 15m. Atenção ao tempo de cozedura já que ao arrefecerem ainda vão endurecer um pouco.

Biscoitos de manteiga

Ingredientes:
250gr farinha
100gr manteiga temperatura ambiente
100gr açucar
1 colher de sopa de essência de baunilha
1 ovo

Preparação:
Amassar a farinha com a manteiga partida aos pedaços até ficar uma farofa. Juntar o açúcar, o ovo e a essência de baunilha. Enrolar em película aderente e levar ao frigorífico 15m. Passado o tempo retirar e dar as formas que quiser. Eu fiz argolas, lacinhos e “S’s”. Coloquei no tabuleiro do forno com o tapete de silicone e levei ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 15-20m.

Receita tirada deste blog. Fiz uma ligeira alteração na quantidade de manteiga.