Esparguete de Sardinha

IMG_4622.1

Em modo de sabores com história. O calor está instalado anunciando a chegada silenciosa do Verão. Não apetecem comidas morosas. Os sabores querem-se simples e descomplicados. Da gaveta tiram-se memórias de um tempo de rigorosa gestão do orçamento. Num tempo em que comia vezes sem conta esparguete com sardinha sob o olhar de admiração das colegas de casa e ouvia a pergunta do costume: “Tu não enjoas?”. Não, não enjoava e por vezes ainda lhe juntava cogumelos frescos. Que bom que ficava. De outra gaveta saem latas de sardinha. No final, tudo conspira para uma refeição cheia de sabor e boas lembranças dos tempos de estudante.

IMG_4625.1

Esparguete de Sardinha, comido até ao último fio de massa pelas mais pequenas e para repetir muito em breve. Bom, rápido e descomplicado. Que mais se pode pedir?

Esparguete de Sardinha

Esparguete q.b. e sardinhas sem pele e espinha em azeite qb. Coentros

Cozer o esparguete em água temperada de sal e um pouco de açafrão. Numa frigideira colocar a sardinha com alhos esmagados e um fio de azeite. Saltear um pouco. Juntar o esparguete depois de cozido e escorrido. Envolver tudo e polvilhar com coentros.

Desfrutar de sabores simples é palavra de ordem. Como dirá alguém que conheço “Keep it Simple”.

Boa semana e até breve.

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s