Uma Casa Portuguesa…

IMG_1266

Com certeza que sim. Que é. Por isso o arroz de feijão cresceu comigo e não o dispenso. Porque as minhas memórias do arroz de feijão são do tempo em que a minha avó fritava fanecas para o acompanhar. Mas, porque a avó não está mais e a mãe perpetuou no tempo o arroz de feijão, na minha casa continua a comer-se. Todos gostam e pedem. E feito com feijão cozido em casa ainda sabe melhor.

Cozer feijão em casa é fácil, barato e o sabor, esse, é muito melhor.

Por norma escolho feijão manteiga ou vermelho, mas há tipos de feijão para todos os gostos. Mercearias de bairro ou nos mercados são óptimos locais para se encontrar.

Coloco o feijão num alguidar e cubro com água. Fica a demolhar a noite toda. No dia seguinte coloco na panela de pressão o feijão escorrido, junto uma folha de louro, alhos esmagados e água limpa. Fecho a panela em pressão e coze 25m.

E é só isto. Pode congelar-se, ou, então, se for em quantidade apenas para a semana, guardar em caixa fechada no frigorífico, que, depois, pode ser usado ao longo da semana em sopas, arroz ou massas.

3 thoughts on “Uma Casa Portuguesa…

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s