Conversa de Casa-de-Banho

Não páro de me surpreender com a simpatia, das muitas alminhas que habitam este lugar à beira mar plantado agindo na base da “chica esperta” e que me proporcionam momentos hilariantes que merecem ser partilhados. Não sou uma pilha de inteligência mas tenho ganho muito bom senso desde que me tornei mãe, e, este é um discurso de mãe para mãe numa casa-de-banho pública.

Uma das minhas crias adverte-me que tem xixi enquanto come o gelado. Como mãe dedicada 🙂 e sabendo de uma casa-de-banho pública nas imediações vamos até lá. Existem 3 portas, duas claramente fechadas e uma entreaberta sem sinais de ninguém lá dentro. Ainda assim, abro-a com cuidado, pois nunca se sabe o que fica dentro das sanitas destes sítios, e, sinto a porta bater, LEVEMENTE, em alguém, que, a julgar pela altura já deveria ter uns 7-8 anos.

De imediato peço “perdão” e digo: não me apercebi que estava aqui alguém – isto enquanto aguardo que a cria saia.

Resposta, seca e com tom protector, da mãe que aguardava a sua cria com outra junto ao lavatório: Bate-se à porta. O ar ficou mais pesado, devia ser do sueste que trouxe humidade e enferruja.

Eu: Mas a porta estava aberta…

Do outro lado o ar fica mais agreste e parvo: Pois… talvez seja porque está uma criança lá dentro e convém estar aberta não é?

Eu: Pois… mas eu não sou bruxa para adivinhar e a porta estava aberta.

Do outro lado: mas se bater à porta… – Ler com tom ameaçador dado que a cria fracturou duas costelas e ainda raspou os cotovelos

A cria sai e eu entro com a minha e penso Shame on You, Shame on Me, a perder tempo e gastar saliva com pessoas assim. Mas porque raio a senhora me deixa avançar para a porta aberta sabendo que está ocupada.

Quando as minhas crias têm que ir à casa-de-banho vamos as 3 lá para dentro. Assim evito que elas cheguem aos 7 anos, entrem sozinhas e caim de pés numa sanita e partam os tornozelos.  Venha de lá esse Outono, já já já, que já estou farta de malta azeda, irraaaaa.

Por hoje é assim. Um post sem receita ou sugestão, a não ser a Sugestão do Bom Senso com uma Pitada de Civismo. Eu vou ali terminar umas tarefas agendadas que a mente e as mãos ocupadas fazem bem à alma e ao corpo.

Uma boa semana a todos/as.

Anúncios

4 thoughts on “Conversa de Casa-de-Banho

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s