Papas de Aveia

Talvez por estar novamente numa fase vivida diarimente a 3 pense diariamente nas maravilhas da maternidade, principalmente quando se é mãe de gémeos. Há dias, uma amiga que soubera recentemente não poder ter filhos, disse-me, que, após ponderar sobre a decisão de fertilização in vitro, optou por não os ter. Disse-lhe que estava triste, até porque cheguei a dizer-lhe que haveria de ter gémeos. Ainda assim, disse-me que o choque já tinha passado e que tinha aceite.

Enquanto falávamos ao telefone, dizia-lhe que as minhas passaram por uma fase em que todos os meses estavam doentes e que agora estavam a melhorar, ao que ela me respondeu: – vês… eu não tenho que passar por isso.

Ser mãe pode ser uma opção, mas, não poder ser mãe é imposto por outros factores, que, para mim, não têm outra explicação que não a científica. Qualquer que seja a opção deve ser respeitada, e, eu respeito-a.

Ser mãe permite-me rebolar na areia sem que me importe com o ar de reprovação dos outros, permite-me ser de novo criança e fazer castelos e pontes de areia na praia.

Ser mãe permite entrar num parque infantil e sentar-me de mansinho num baloiço e andar um bocadinho – ainda que não o deva fazer, e, não o faço se houver crianças – , permite-me estacionar naquele sítio mesmo ao lado dos carrinhos de supermercado que de forma astuta adaptei para 2.

Ser mãe, por vezes, permite-me estar em situações, que, mesmo sendo ridículas me dão algum gozo, como andar numa bicicleta minúscula por entre as pessoas da rua ou até andar numa trotinete com a Hello Kitty.

Ser mãe é preocupar-me com tudo e com nada. E, hoje preocupo-me mais do que nunca em viver de uma forma cada vez mais saudável e em ter energia para começar bem o dia.

Hoje dei a provar *papas de aveia. Recusaram. Não faz mal. Ser mãe é tentar sem medo de falhar. Hoje, aceito isso sem qualquer frustração, afinal não são só elas que crescem, também eu estou a crescer.

*Papas de Aveia. Preparar de acordo com as instruções da embalagem. 1 parte de flocos de aveia para 2 de água. Deixar cozinhar em fogo baixo cerca de 2m. Adicionar leite frio ou quente a gosto até obter a consistência desejada. Polvilhar com canela e adicionar uma colher de compota a gosto.

Anúncios

14 thoughts on “Papas de Aveia

  1. Não conheço a tua amiga, mas depois de me teres contado a situação penso muito nela. A verdade é que só sentimos falta de algo depois de perdemos. Hoje não me vejo sem o meu Samuel 🙂
    Gosto muito de papas de aveia e com fruta fica ainda melhor, tens de experimentar pode ser qua as miúdas gostem 😉

    beijinhos

  2. Ser mãe é magia, é maravilhoso e completa-nos como mulheres…eu que o diga que sou mãe de 4 e todos os dias me dão motivos para sorrir e me fazem sentir importante….
    As papas hummmm deliciosas…

    beijinhos!

  3. Vou assumir…nunca comi papas de aveia.
    Pronto. Já está.
    Mas gostei do aspecto das tuas, e com canela e fruta ainda me apeteceu mais, ficaram com um ar delicioso.
    Ser mãe deve ser mesmo a melhor coisa do mundo… 🙂 Elas um dia vão aprender a gostar, vais ver que sim 🙂 Porque o amor delas por ti também é a melhor coisa do mundo!
    Beijinho

  4. Eu também nunca comi papas de aveia, mas costumo comprar os flocos para o pão… Se calhar um dia destes aventuro-me sempre fui fã de papas em miúda, quem sabe se agora não fico fã destas?:) É que têm um aspeto mesmo muito convidativo, com a canela e a compota!
    Ser mãe deve ser algo maravilhoso:)

  5. Olá, que sorte têm as tuas crianças!!!
    Gosto imenso dessas papas, também as conheci pelas mãos da minha mãe. No meu caso, era já adulta, e estava grávida do meu filho, enjoava por todos os lados…até que um dia a mãe apresentou-me estas papas e eu gostei:) Costumava pôr no leite uma casca de limão ou laranja e um pau de canela.
    Beijinhos.

  6. Uma das coisas boas do meu dia de ontem foi descobrir este espaço. Perdi-me por largos momentos em posts passados. Revi-me em textos, gostei das receitas, da forma de escrever, das fotos lindas e cheias de sensibilidade. E depois parece-me haver a coincidência de, desse lado, como deste lado, haver uma mãe de gémeos 😉
    Um beijo.
    Babette

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s