Chocolate e mais Chocolate

Se chocolate tivesse outro nome eu diria irresitível. Eu preciso de chocolate, sempre, todos os dias. Seja de que forma for eu tenho de ingerir chocolate. As minhas memórias de chocolate remontam ao tempo das sombrinhas alaranjadas de riscas douradas da Regina e das suas barrinhas de papel verde e dourado. Lembro-me ainda dos Allegro… e, que bons que eles eram. Já os comi mais tarde, e, apesar de ter consigo comê-los todos de seguida, estava só a certificar-me que sabiam ao mesmo, não me souberam. Bolos de chocolate… lembro-me de uns cones massudos por dentro banhados a chocolate por fora com cereja no topo, e, ainda, de uns charutos de chocolate estaladiço recheados com creme branco. Agora que a vontade de comer chocolate já está espalhada vamos à receita.

Dias frios, de chuva, pedem forno ligado e inevitavelmente chocolate. E, mesmo que não não haja bolo de chocolate, pensa-se em chocolate. Mas havia, e que bons que eles ficaram. A receita já anda aqui no blogue e faz um bolo pecaminoso. Desta vez fiz em pequenas formas mas podem sempre espreitar como fica com tudo a que tem direito. Não houve nozes nem banho de chocolate, mas, ainda assim, ficaram como eu gosto. Não muito fofos, não muito massudos, um miolo mais consistente e húmido no ponto certo. Experimentem a receita original, com nozes e ganache de chocolate ou assim mais simples acompanhado de gelado e depois contem o que acharam.

Para mim é o tal.

Ingredientes: 3 ovos, 150 manteiga amolecida, 170gr açúcar, Pitada de sal, 150gr chocolate 70% cacau, 250ml leite, 240gr de farinha com fermento, 200ml de natas

Dica: Costumo bater as claras em castelo de início para depois não ter que lavar as varetas a meio da preparação do bolo.

Bater a manteiga com 100gr de açúcar  até obter um creme. De seguida adicionar as gemas e bater mais um pouco. Com a vara de arames juntar o chocolate, previamente derretido em banho-maria, e ir adicionando o leite aos poucos até estar tudo bem misturado. Envolver as claras previamente batidas em castelo com o restante açúcar. Por fim juntar a farinha alternando com as natas. Encher formas para Muffins até cerca de 1/3 e levar a forno pré-aquecido a 170ºC 15m.

Deixar arrecefer numa rede. Rende 24 mufins e talvez mais 2 se não comerem a massa ainda crua.
Boa semana. Não sei o que se passa no blogger mas não consigo comentar nos vossos blogues, dá erro.
Advertisements

12 thoughts on “Chocolate e mais Chocolate

  1. Olá Fraldinha.
    Também sou uma fã incondicional de chocolate e especial apreciadora de chocolate negro. E quando a vontade de um quadradinho de chocolate aperta só existem duas soluções rápidas: chocolate negro, que há sempre em casa ou bolo da caneca (com cacau em pó que também por cá existe).
    Acho que qualquer dia, no receitas ao desafio, também vou dissertar sobre o chocolate. Gostei imenso desta tua sugestão. Simples ou com a ganache. Que tentação!
    Um abraço de quem lê sempre mas que nem sempre tem disponibilidade para comentar. Sorry!
    Patrícia

  2. Olá Fraldinha! Eu sou suspeita, não por gostar assim tanto de chocolate, mas por adorar fazer tudo em forminhas. Já andei à procura dessas formas em papel vegetal que nunca experimentei. Identifico-me bastante com o teu post anterior. O meu palato está o oposto de quando era miúda, e os yogurtes naturais também os como sem açúcar. bjs e boa semana para ti.

  3. Passam-se dias sem comer chocolate…mas quando a vontade aperta nem que vá de propósito comprar só um ao supermercado mais próximo….
    AS sombrinhas da Regina, os allegros, o Toblerone, Nestlé com avelãs…hmmm mais…ah, Maltesers, Twix (Raider, lembraste?)…enfim, estes são alguns que me fazem sair de casa naqueles dias…

    Lindo os teu queques, a textura ficou perfeita!

    Beijinho! 😉

  4. Eu sou também uma fã de chocolate! Não pode estar em falta cá em casa, nem que seja uma tablete de culinária, que também adoro devorar aos pouquinhos. Queques perfeitos para um desejo de chocolate 🙂
    Um beijinho.

  5. Não sou super fã de chocolate, mas lá vou dando umas dentadas. Sem dúvida que o prefiro em bolinhos como estes…adoro o tamanho mini de uns queques.
    Só por curiosidade, ainda este fim-de-semana encontrei os chapéus de chocolate da Regina e me lembrei dos tempos de infância. Mas optei por ficar apenas pela memória e trazer antes uma tablete de chocolate e fazer uns cá em casa. Não são chapéus, mas são uns bonecos…é tudo chocolate e isso é que importa. 🙂
    Beijinhos!

  6. Não posso dizer que adoro chocolate porque passam-se meses sem comer, mas há coisas que realmente são irresistiveis, esses chocolatinhos da Regina ainda hoje é o dia que se os vir não resisto 🙂 ainda bem que não os vejo com muita frequencia 🙂

    Beijinho

  7. Olá, este blogue é um livro de memórias. Quem aqui vem recorda sempre qualquer coisita de outros tempos, o que tem imensa graça.
    O chocolate faz parte da minha vida, portanto não tentem tirar-mo, caso contário está o caldo entornado.
    Gostei muito dos teus bolinhos , tão fofinhos e tantos…24? Tenho que os fazer, geralmente consigo fazer 14 unidades com alguma sorte:)))
    Beijocas e boa semana.

  8. Olá amiga, só por causa de ti hoje já comi 4 chocolates da minha bomboneira… estou quase a proibir-me de cá vir espreitar as tuas receitas 😉
    Forno aceso e cheiro a chocolate não é preciso mais nada para passar uma tarde chuvosa na perfeição. Adorei.

    Beijinhos

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s