Medo…

Dizem que o ser humano tem medo do desconhecido. Eu terei certamente esta característica. No entanto, sou curiosa e teimosa o suficiente para me aventurar pelo desconhecido.

Tocou o telefone. Ele vinha aí e trazia uma encomenda. Já sabia o que era mas esperava a  minha prenda como uma criança no natal. Olhei para ela e tive medo. Não sabia se seria capaz. Na primeira tentativa usei as direcções de outro, a segunda… bem a segunda olhei para o que tinha, para o que me apetecia e aventurei-me pelo caminho desconhecido da Rua dos Gelados.

Ouvi os sábios conselhos de uma amiga e deixei-me guiar pelo apetite. Em nada se assemelhou à primeira tentativa frustrada e senti um orgulho enorme ao ver o meu primeiro gelado de verdade. Um gelado de pêssego com travo a limão que me fez fechar os olhos, ver um Fizz de Limão, e, sentir que estava perto da perfeição, e, de o conseguir fazer, pelo menos tentar, na minha próxima experiência. O medo, esse, deixei-o na rua quando entrei na minha cozinha.

Ingredientes:
1 pacote de natas magras – 200ml – bem frescas – coloquei no congelador cerca de 30m antes de usar
1 iogurte natural grego açucarado
1 medida do copo do iogurte com queijo fresco batido 0% gordura
1 medida do copo do iogurte com leite m/g
1 medida do copo do iogurte mal cheia com leite condensado magro
 
300gr de puré de pêssego
Raspa de meio limão
2 colheres de sumo de limão
2 colheres de sopa de mel
 

Puré de Pêssego

Começa-se pelos pêssegos que se descascam e cortam em meias luas. Numa frigideira anti-aderente colocam-se os pêssegos com o mel e o sumo de limão em fogo baixo. Mexem-se de vez em quando e cerca de 10m depois devem estar macios mas sem se desfazerem. Passar a mistura para o copo da varinha mágica e triturar um pouco mas de forma a que fiquem alguns pedaços maiores. Deixar arrefecer e reservar.

Gelado

Misturar bem todos os ingredientes com uma vara de arames e envolver o puré de pêssego. Colocar na máquina de gelados e deixar bater até estar bem cremoso, cerca de 30m. A 10m do fim acrescentar a raspa de limão. Terminado o tempo consumir ou colocar em caixa que possa ir ao congelador tendo o cuidado de colocar película aderente por cima da caixa e só depois colocar a tampa, evitando assim cheiros e cristais de gelo de entrar em contacto com o gelado.

P.S. Tenho que falar com o Pai Natal que me falta a colher de fazer bolas janotas.

Bom fim-de-semana.

Anúncios

5 thoughts on “Medo…

  1. Eu queria poder comer gelados todos os dias!… sem engordar, claro!:)

    Este gelado ficou DELICIOSO! Porque não é um simples gelado, é um gelado com puré e pedaços de pêssego!… e quem diz pêssego, diz morangos ou outra fruta, não é? 🙂
    Obrigada por mais uma delícia!
    Um óptimo fim de semana para ti também
    Beijinhos

  2. Olá, o teu gelado ficou espectacular, nota-se que tem muita personalidade, gosto de coisas assim, os ingredientes foram todos muito bem casados, tenho aqui umas caixinhas de nectarinas compradas à beira da estrada que são mel, advinhas o destino de algumas delas???Outras terão como destino compota e outras o congelador, para futuros geladinhos.
    Parabéns, beijocas e um bom fim de semana 🙂

  3. Boa, compraste uma maquina de gelados! É uma tentação ter uma coisa destas não é? O teu gelado deve estar uma delicia, pêssego com travo de limão só pode ser uma combinação vencedora. Adorei a ideia e já guardei a receita para experimentar na minha.

    Beijos.

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s