Um Cheesecake Muito Light

Com tanta restrição a que me propûs não está a ser nada fácil não comer um docinho. Fui para a cozinha e saiu este belo cheesecake inspirado em vários blogs, numa receita da minha mãe e na minha dieta hehehe. Visto que temos o São Valentim à porta nada melhor que o vermelho dos morangos perdido num branco e macio cheesecake e salpicado de chocolate. Tudo em pedaços muito pequenos, em quantidades muito pequenas para um dia muito doce. Feliz São Valentim.
Ingredientes:
500gr de queijo fresco batido
200ml de natas
6 folhas de gelatina
100gr de açúcar
Morangos qb
Chocolate granulado qb
1 colher de chá de essência de baunilha
1 pacote de bolacha maria
40gr de manteiga
Leite qb
Preparação: Picar a bolacha, juntar a manteiga derretida e o leite necessário até obter uma mistura que se possa moldar e forrar o fundo de uma forma amovível e levar ao congelador 15m. Colocar as natas 10m no congelador antes de as bater. Findo o tempo bater as natas com 50gr de açúcar até estarem cremosas. Numa taça, com uma vara de arames, misturar levemente o queijo com as restantes 50gr de açúcar. Envolver delicadamente as natas batidas e a essência de baunilha. Colocar as folhas de gelatina num pouco de água fria durante 5m. Findo o tempo escorrer as folhas e dissolve-las num pouco de leite que colocou a aquecer mexendo bem até desfazer. Não deixar o leite ferver. Quando morno adicionar à mistura do queijo com as natas. Verter a mistura na forma e espalhar morangos qb cortados em pedaços empurrando-os para baixo para não ficarem ao de cimo. Decorar com chocolate granulado e levar ao frigorífico até estar firme. Confesso que não percebo nada de folhas de gelatina e não sei as proporções a usar mas estas 6 foram perfeitas, não ficou demasiado firme, apenas o suficiente para se cortar com cuidado uma fatia macia e cremosa.
O queijo dizia ter 20% de matéria gorda que no final se traduzia em 3% e eu prefiro acreditar nisso do que não comer.
Eu comi, sim comi 🙂 uma fatia 5h depois de o ter feito e estava no ponto. Fica pouco ou nada doce, acredito que leite condensado faria toda a diferença mas ao comer a primeira garfada, soube de imediato que o dispensava. A textura cremosa e levemente amarga do queijo fresco misturada com os pedaços de morangos doces por natureza fez com que soubesse que não mais quereria cheesecake de forno. Perfeito para comer sem culpas, e, a cada garfada apenas se conseguem soltar “hummmmm”.
Anúncios

Sempre que Apetecer, Sem Compromissos. Até já.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s