Broas de Canela e uma Nave Espacial

2 dias depois de ter avistado uma nave espacial achei que devia regressar. Um regresso simples e pouco doce. A receita vem no Continente Magazine de Outubro e apenas troquei a banha por margarina Vaqueiro e reduzi o açúcar. Ah… o que eu acho??? Boas mas boas mesmo. Acabadas de fazer e já mornas são uma verdadeira delícia. Ficam com uma base crocante e miolo macio. Travo a limão e canela… um clássico imperdível. Não sei como ficam no dia seguinte pois não sobreviveram. Rende cerca de 25 broas.

Ingredientes: raspa de 1 limão – 100gr de manteiga amolecida (não é derretida) – 125gr de açúcar – 4 ovos – 250gr de farinha T55 – 4 ovos – Canela em pó a gosto

Ligar o forno a 175ºC. Colocar a manteiga uns segundos no microondas para que fique um pouco mole. Adicionar o açúcar e bater bem até estar cremoso. Adicionar os ovos 1 a 1. Juntar a raspa e a canela em pó. Por fim juntar a farinha aos pouco até estar tudo bem misturado. Forrar um tabuleiro com papel vegetal e deitar colheradas de massa. Deixar cozer 20m. Retirar do forno e deixar arrefecer numa rede. Enquanto isso prepare um chá. Vá buscar um prato e leve algumas antes que aviste alguma nave espacial que lhas queira levar.

Bolo de Laranja

Latas de tinta abertas. Rolo no tabuleiro à minha espera. Noutro canto o escadote lembra-me que ainda falta colar o papel de parede. O berbequim no chão diz-me para não me esquecer de fazer o furo para o espelho. E claro, depois disto tudo, o saco do lixo lembra-me que ainda é preciso limpar tudo e arrumar no sítio.

Andei a pesquisar nos meus rascunhos e encontrei esta foto perdida. Como gostei muito deste bolinho não me esqueci de onde veio. A receita encontrei-a na cozinha da Moira. Um bolo bem perfumado e húmido quanto baste.

Chávena com capacidade para 200ml

  • 5 ovos
  • 2 chávenas de açúcar
  • 1,5 chávena de sumo de laranja
  • 3 chávenas de farinha de trigo com fermento

Calda de laranja

  • 2 chávenas de sumo de laranja
  • 6 a 8 colheres (sopa) de açúcar ou a gosto – conforme a acidez da laranja
  • Coco ralado a gosto

Preparação:

Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo uma forma redonda de aproximadamente 30 cm de diâmetro e reserve.

Peneire a farinha junto com o fermento e o açúcar separadamente. Reserve-os também.

Na tigela da batedeira coloque os ovos inteiros e o açúcar. Bata na velocidade alta até conseguir o triplo do volume, leva cerca de 10 a 15 minutos – dependendo da batedeira.

Retire a tigela da batedeira e vá acrescentando a farinha aos poucos intercalando com o sumo de laranja, sempre mexendo com uma vara de arames até que terminem os ingredientes.

Leve ao forno preaquecido a 180º ou 200º por aproximadamente 20 ou 30 minutos. Fazer o teste do palito que deverá sair seco.

Enquanto o bolo arrefece um pouco prepare a calda.

Leve ao fogo o sumo de laranja e o açúcar. Quando levantar fervura deixe ferver por alguns minutos e desligue. Deixe arrefecer para usar.

Fure o pão de ló com um palito ou um garfo e com o auxílio de uma colher vá humedecendo o bolo. Faça isso aos poucos até que toda a calda seja absorvida. Salpique o coco ralado e cubra a forma com papel alumínio ou filme plástico deixando arrefecer bem (em temperatura ambiente) antes de servir. Se puder deixar por algumas horas o resultado será melhor, mas não há a necessidade de fazer de véspera.

Scones

A primeira vez que fiz scones até nem correu mal. Ficaram bem fofos, muito bons mesmo, mas, ficaram mais parecidos com umas bolachas gigantes espalmadas. Quando vi esta receita sabia que eram estes que procurava. Uma amiga americana chama-lhes muffins, a Susana diz que a receita vem da Escócia.e fê-los na bimby. Hoje apresento-vos os que sairam da minha cozinha, feitos da maneira tradicional e que não me decepcionaram. Deliciosos para o lanche ou pequeno almoço.
 
 Ingredientes:
  • 250 g de farinha com fermento
  • 40 g de manteiga
  • 50 g de açúcar
  • 110 g de leite
  • 1 ovo
 
Preparação: Ligar o forno a 200ºC. Numa taça misturar o açúcar e a farinha. Derreter a manteiga e juntar ao leite. Bater o ovo ligeiramente e juntar ao leite. Abrir um buraco ao centro da farinha e colocar os líquidos. Misturar levemente até a farinha estar ligada com os líquidos. No entanto não mexer em demasia. A massa vai ficar a parecer cimento mas é mesmo assim. No forno ficam lindos e saem fofos e com a capa crocante. Untar levemente uma forma de muffins e deitar uma colher de sopa bem cheia de massa. Vão ao forno cerca de 15m. Assim que estiverem dourados estão prontos. Comer mornos simples ou com uma compota.

Bolo Pardo com Travo a Aguardente e Canela

Continuamos nos bolos e enquanto houver ideias e maçãs para se lhes juntarem eu alinho. Talvez por ser o fruto do pecado, e eu uma eterna pecadora- a gula é terrível- , não lhe resisto, e, se houver maçã eu estou por lá de fatia na mão com toda a certeza. A receita original é do livro Tesouro das Cozinheiras. Pois é, tenho um tesouro e raramente o uso por não ter muitas imagens alusivas às receitas. Sei que faço mal em julgá-lo pela falta de fotos pois esta receita veio de lá e faço-a muitas vezes. Fica um bolo grande, fofo, muito saboroso e com muito pouca gordura. Mesmo sem maçãs, a receita original é só canela, não fica seco e apesar de ter um ar massudo desfaz-se na boca. No entanto ando sempre a juntar isto e aquilo, a cortar daqui e dali e nunca segui a receita na íntegra porque 300gr de açúcar é em minha opinião um exagero. Já aqui mostrei mais duas adaptações desta receita, Bolo de Leite e Amêndoa perfumado com Raspas de Limão e Bolo de Chocolate e Canela. Bolos de execução muito simples com sabor e aspecto bem caseiro. Sintam-se à vontade para experimentar. São perfeitos para este Outono e tarda em chegar.

Ingredientes:
4 ovos
150gr de açúcar amarelo
350ml de leite
400gr de farinha com fermento
20gr de chocolate em pó Nesquik
10gr de canela em pó
60gr de manteiga
2 maçãs Reineta
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
 

  1. Pré-aquecer o forno a 180ºC
  2. Bater os ovos com o açúcar até obter um creme fofo e volumoso. Juntar a manteiga derretida e bater mais um pouco.
  3. Juntar o chocolate em pó e o bicarbonato e mexer com a vara de arames.
  4. Por fim juntar a farinha em 3 vezes alternando com o leite e mexendo com a vara de arames de forma a não deixar grumos.
  5. Depois de untada a forma fazer camadas alternadas de massa e maçãs cortadas em fatias bem finas. No final polvilhar a superfície com um pouco de açúcar. Vai ficar com aquela camada crocante depois de cozido…
  6. Levar ao forno cerca de 30m mas convém fazer o teste do palito. Mal saia seco retirar, desenformar e deixar arrefecer em cima de uma rede.

Branca de Neve e a Maçã Reineta

Existem alguns ingredientes dos quais não abro mão no que toca a marca. Para mim Branca de Neve é sinal de bolo perfeito e é com uma certa tristeza que a vejo desaparecida das prateleiras dos supermercados. Para piorar, quanto mais escassa mais vontade de comer uma bela fatia de bolo. Confesso que já tinha feito duas tentativas com a farinha da Nacional para bolos e comigo não se dá bem, fica uma massa pesada e sabe demasiado a fermento, não se conseguiram comer. Já desesperada, sim que altura de TPM é para comer e desesperar por doces, fui ao Pingo Doce e vim de lá com 3 pacotes debaixo do braço. Nesse mesmo dia fiz as Madalenas com Canela e ontem este delicioso bolo. Gosto muito de experimentar coisas novas e diferentes mas nada me dá tanto prazer como uma fatia de bolo de combinação básica e sempre perfeita, iogurte, maçã, limão e canela. Usei açúcar mascavado e fez toda a diferença. Fiz o bolo pelo final da tarde para lanchar na praia. O que sobrou guardei numa caixa bem fechada. Apenas posso dizer que hoje estava soberbo, toda a humidade parece ter-se entranhado pelo bolo, o travo do limão acentuou-se e a maçã mais rija e levemente ácida tornou este bolo ainda melhor do que aquilo que tinha imaginado. Eu sei, bolo simples de iogurte com maçã, já falei demais, mas não podia deixar de o fazer.

Ingredientes: Usar o copo do iogurte como medida
1 iogurte natural – 125gr
1,5 medida do copo de açúcar mascavado
1 medida mal cheia do copo de óleo de milho
4 ovos médios
3,5 medida do copo de farinha com fermento
2 maçãs reineta
Açúcar e canela em pó a gosto
 

Bater os ovos com o açúcar. Juntar o iogurte e o óleo e bater novamente. Adicionar a farinha em 3 vezes batendo entre cada adição. Forrar um tabuleiro com papel vegetal, cerca de 30cmx20cm, colocar a massa e em cima desta dispor as fatias de maçã calcando-as levemente para baixo. Polvilhar com açúcar e canela e levar ao forno pré-aquecido a 175ºC cerca de 40m. Quando pronto peguei no bolo ainda com o papel vegetal e coloquei-o em cima de uma rede para arrefecer. Cortei em quadrados, embrulhei e juntei à fruta e à água que estavam na mochila. Rumei à praia, cheguei e encontrei-a como eu gosto, calma, sem a agitação do Verão que me causa fobia. O sol fugiu mas deixou a água quente como ainda não tinha estado este ano. O sueste continua e amanhã promete um dia de sol e muitos banhos. Bom feriado.

Madalenas com Canela

Ora bem, então que vos hei-de contar destas meninas? Ficam muito fofinhas, nada secas, levam pouca gordura e comem-se muito bem com um pouco de doce, isto caso levem pouco açúcar. Para a próxima polvilho a massa com o açúcar e a canela antes de irem ao forno, assim ficam com aquela capa crocante deliciosa.

Ingredientes:
30gr de Vaqueiro amolecida
40gr de óleo de milho
120gr de açúcar mascavado
2 ovos
320gr de farinha com fermento
225gr de leite
Pitada de bicarbonato de sódio

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Não se descuidem com o calor do forno ou as madalenas racham, assim como a minha.  Bater a margarina com o óleo e o açúcar. Juntar o bicarbonato de sódio e os ovos 1 a 1. Adicionar o leite e a farinha alternando-os  e mexendo com a vara de arames. Distribuir pelas formas e levar ao forno fazendo o teste do palito. Quando prontos retirar e pincelar com um pouco de margarina com açúcar e canela. Esta parte a meu ver é melhor se for feita antes de irem ao forno e com a vantagem de que é só polvilhar e não levam gordura. Acho esta receita uma base perfeita para outros bolos do género onde a adição de raspas de limão ou laranja ou especiarias só o pode melhorar. Bom fim-de-semana.

Algodão Doce com Limão e Canela

Clicar na foto para ver melhor

Há muito que tinha a receita deste bolo em mente. Mas, nunca tinha as claras que eram precisas até experimentar aquilo que para a maioria já não é novo, congelar claras. Funciona mesmo. Como sou curiosa tentei saber um pouco mais deste bolo cuja receita vem de nuestros hermanos. É um bolo típico galego e que pode ter algumas variações. Por lá chama-se Bica de Laza pois a receita é originária de Laza, uma terra que faz parte da província de Ourense.

E com as devidas alterações, até no nome, esta é a minha variação deste bolo, que, pela forma com que se desfaz na boca só se pensa em algodão doce, que, perfumado com canela e limão, penso que dá para ver na foto, fazem dele um dos melhores bolos que já comi. Derrete-se na boca e não se fica apenas por uma fatia…nem 2… nem digo quantas foram.

Ingredientes:
8 claras
140ml de natas frescas
140gr de açúcar
Raspa de Limão a gosto
Canela em pó a gosto
300gr de farinha com fermento

Bater as claras em castelo até estarem bem firmes e adicionar aos poucos 100gr de açúcar. Reservar. Bater as natas com 40gr de açúcar até estarem bem cremosas e reservar. Peneirar a farinha em adições de 100gr cada e envolver com cuidado nas claras. Juntar a raspa de limão e as natas envolvendo tudo muito bem. Polvilhar com açúcar e canela previamente misturados. Forrar uma forma com papel vegetal e levar ao forno a 175ºC cerca de 30m. Deixar arrefecer e desfrutar do melhor algodão doce do mundo, com canela e limão…

Um Clássico para Dias de Chuva

Há algum tempo que não havia biscoitos. Uma noite de trovoada e um dia de Outono no soalheiro Agosto foram o mote perfeito para uma ida até à cozinha e ligar o forno. Mas, para comer este clássico não são precisos muitos motivos. Fazem parte da lista de receitas de qualquer pessoa. Fáceis de fazer, e, se tivermos companhia melhor, a companhia de um copo de leite bem fresco.

Ingredientes:
325gr de farinha com fermento
125gr de manteiga derretida
1 ovo
75gr de açúcar
Raspa de meio limão
1 colher de chá de sumo de limão
Canela em pó qb

Ligar o forno a 180ºC. Numa taça bater o açúcar com o ovo com uma vara de arames até estar cremoso. Juntar a raspa e o sumo de limão e amanteiga derretida mas fria. Adicionar a farinha e amassar até estar tudo bem incorporado. Moldar pequenas bolas e passá-las pela canela. Colocá-las no tabuleiro forrado com papel vegetal e deixar 12m. Eu deixo sempre este tempo exacto, retiro e deixo arrefecer numa rede. Os bolinhos estarão um pouco moles mas ao estarem na rede irão ficar mais rijos. Por isso, se o tempo no forno for demasiado corre-se o risco de depois de frios ficarem como pedras.

Pedaços de Maçã…

…por aqui, por ali, por todo o lado, numa combinação antiga e bem simples, com canela. A massa diria que é pobre, leva 1 ovo e água, mas rica em sabor. O açúcar mascavado dá um aroma bem diferente ao bolo, que, não levando qualquer álcool, deixa um leve aroma a aguardente. Comido morno ou frio é perfeito para acompanhar uma bola de gelado ou um chá. A massa desfaz-se na boca… hummm. A receita veio do Flagrante Delícia.

Ingredientes:
75gr de manteiga amolecida
175gr de farinha com fermento
50gr de açúcar em pó
1 ovo
75ml de água
3 maçãs
 
Cobertura:
60gr de açúcar mascavado
Canela em pó a gosto
25gr de manteiga em pedaços

Ligar o forno a 180ºC. Misturar a farinha com a manteiga amolecida e com a ajuda da vara de arames misturar bem até obter uma espécie de granulado. Juntar o açúcar e misturar bem. Adicionar o ovo e a água aos poucos e mexer até obter um creme. Forrar uma forma de bolo inglês com papel vegetal e colocar a massa. Por cima colocar as maçãs em pedaços calcando-as, polvilhar com o açúcar e canela e por fim adicionar a manteiga em pedaços. Vai ao forno 30-35m.

Fatias ChiquiBom

Receita adaptada do blogue Vitamina ABC
O telefone toca e do outro lado alguém pergunta: ” Olha podes-me fazer um bolinho para levar para a praia amanhã?” – E pronto estava lançado o mote para algum tempo na cozinha. Cansada do mesmo formato de sempre, toca a colocar a imaginação a funcionar. E, assim saíram umas fatias de bolo com bage cremin que bem dividido deu 24 porções e fresquinho então fica uma delícia, já para não falar no brilharete que faz um simples bolo de iogurte, limão e chocolate granulado. Espero que gostem de mais uma sugestão diferente, deliciosa e muito rápida de preparar.
 
Ingredientes:
Usei uma forma rectangular de alumínio de 25x40cm
6 ovos
1 iogurte natural
1 iogurte grego natural açucarado
4 medidas do copo de iogurte de farinha com fermento
1,5 medida do copo de iogurte de açúcar
Raspa de 1 limão e sumo de metade
2 colher de sopa rasas de chocolate granulado
1 medida do copo de iogurte de óleo de milho
Bage Cremin a gosto
 
Preparação:
  1. Ligar o forno a 170ºC.
  2. Bater os ovos com o açúcar até ficar bem cremoso e volumoso.
  3. Juntar os iogurte e bater. Guardar a batedeira.
  4. Adicionar o sumo e a raspa de limão e misturar bem com uma vara de arames.
  5. Colocar a farinha copo a copo e ir mexendo entre cada adição.
  6. Juntar o óleo e misturar bem e por fim o chocolate granulado.
  7. Untar a forma com um pouco de manteiga para ajudar a fixar o papel vegetal e forrar a forma.
  8. Vai ao forno cerca de 15m. Fazer o teste do palito. Deixar arrefecer numa rede.
  9. Barrar a gosto com o bage cremin, cortar 4 tiras de tamanho igual no sentido do comprimento e fazer 2 conjuntos de duas tiras. Cortar agora no sentido da largura de tamanho a gosto. Colocar no frigorífico e servir frescos… se aguentar.
Pois é aqui vos deixo um sugestão bem simples mas que com um toque de imaginação fica com ar bem chique. Este é o meu ChiquiBom.

O sonho comanda a vida mas a imaginação cria cores e dá formas ao nosso mundo. Fiquem bem.

Bolinhos de Laranja e Côco

Gosto muito destes bolinhos com laranja. Por isso, desta vez juntei-lhe côco e gostei muito da mistura dos dois. Ficam muito fofinhos , bem perfumados e muito fáceis de fazer.

Ingredientes: rende 10
2 ovos
80ml de sumo de laranja
50gr de açúcar
60gr de manteiga derretida
110gr de farinha com fermento
30gr de côco ralado
 

Ligar o forno nos 180ºC. Colocar o açúcar e os ovos numa taça e com a vara de arames bater bem. Juntar a manteiga derretida e bater de novo.  Juntar metade do sumo e misturar. Por fim a farinha e o restante sumo. Forrar uma forma de muffins com forminhas de papel e levar ao forno 12-15m. Retirar e deixar arrefecer numa rede. 

Delícia de Maçã

Se pudesse eleger um doce fácil, bom e que agrada a todos este seria e será sempre o eleito, pelo menos até encontrar outro. Há muito que fui conquistada por esta receita e não me canso de a repetir. Confesso que só não faço mais vezes porque… já comi tudo o que fiz sozinha. Para quem gosta de maçãs vai perceber mais uma vez porque são o fruto do pecado.

 
Ingredientes:
2 maçãs
Sumo de 1/2 limão
130gr de creme culinário Vaqueiro ou manteiga amolecida, não derretida
75gr de açúcar
1 ovo
120ml de leite
140gr de farinha com fermento
Açúcar e canela a gosto
 
  • Pré-aquecer o forno a 180ºC
     
  • Cortar as maçãs em meias luas bem finas e regar com o sumo de limão. Reservar.
  • Com a vara de arames bater o creme ou manteiga com o açúcar até estar cremoso.
  • Juntar o ovo e mexer. Adicionar o leite e a farinha mexendo entre cada adição.
  • Numa travessa de forno de 16cmx26cm ou outra a gosto mas dentro destas medidas, colocar no fundo metade da massa, depois as maçãs, polvilhar com açúcar e canela a gosto e colocar de novo mais massa. Por fim polvilhar com açúcar e canela.
  • Levar ao forno cerca de 20m. Fazer o teste do palito. Mal saia seco retirar do forno. Servir ainda morno com gelado de baunilha ou comer mesmo sem acompanhamento.

Bolo de Laranja e Iogurte com Curd de Laranja

A receita vem do blogue Côco e Baunilha. O que tenho a dizer… muito bom, o curd de laranja dá-lhe um sabor muito requintado. É um bolo que fica húmido e fofo. Segui a receita quase à risca mas cortei metade da quantidade de açúcar e achei que ficou no ponto. Mas acredito que tudo dependa do doce das laranjas e as minhas eram muito docinhas.
 
Ingredientes do Curd de Laranja:
150ml de sumo de laranja
40gr de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
1 colher de sopa de maizena
50gr de manteiga
 
Preparação: Misturar a maizena com o açúcar e bater junto com os ovos e a essência de baunilha. Levar ao lume baixo a engrossar mexendo sempre. Assim que engrossar, desligar o fogão e juntar a manteiga aos pedaços mexendo sempre até estar incorporada e obter um creme liso e brilhante. Colocar numa tacinha, tapar com película aderente e deixar arrefecer.
Ingredientes do Bolo:
1 laranja inteira
180ml de sumo de laranja
4 ovos
1 iogurte natural
1 colher de chá de essência de baunilha
50ml de óleo de milho
300gr de farinha
100gr de açúcar
2 colheres de chá de fermento
 
Preparação: Ligar o forno a 190ºC. No copo da varinha mágica colocar a laranja inteira sem a casa e 90ml de sumo e passar tudo com a varinha. Numa taça colocar o açúcar e os ovos e bater com a batedeira. Juntar o sumo que acabou de obter, o iogurte, o óleo e a essência e bater de novo. Por fim juntar a farinha e o fermento batendo lentamente. Untar uma forma de bolo inglês e levar a forno pré-aquecido a 190ºC cerca de 35m. Retirar, desenformar e deixar arrefecer. Partir o bolo ao meio e regar com os restantes 90ml de sumo e rechear com o curd. Com o restante curd barrar o topo do bolo.

O Poder do Limão

Se há bolo que sai sempre bem, suja pouca loiça e é muito fácil de fazer é este. Eu não gosto de banana, mas bolo de banana venha ele. Desta vez lembrei-me de lhe juntar sumo de limão para ver se as bananas não ficavam tão escuras e o bolo mais clarinho. Parece-me que resultou em cheio e ainda ficou com uma capinha bem crocante.É um bolo simplesmente delicioso, fofinho e bem cheiroso. Difícil resistir-lhe e a receita infalível.

Ingredientes:
3 bananas da madeira
3 ovos
2 colheres de sopa de sumo de limão
1 colher de chá de essência de baunilha
Meio copo de iogurte com óleo de milho
1 iogurte natural
75gr de açúcar
Pitada de canela em pó
300gr de farinha com fermento – por muitas voltas que dê a Branca de Neve faz-me uns bolos perfeitos e não quero mais nenhuma
 
  • Ligar o forno a 175ºC.
  • No copo da varinha mágica colocar as bananas à rodelas e colocar o sumo de limão. Passar a varinha mágica.
  •  Adicionar o iogurte, o óleo e a baunilha e passar a varinha de novo. Adicionar os ovos 1 a 1 e passar a varinha entre cada adição.
  • Numa taça misturar a farinha, o açúcar e uma pitada de canela. Juntar a mistura das bananas e misturar bem com uma vara de arames. Untar uma forma de alumínio ou outra a gosto e vai ao forno pré-aquecido a 175ºC. Fazer o teste do palito mas são cerca de 30m.

Coquinhos com Limão

Pouco há a dizer sobre os ditos cujos.

A receita encontrei-a aqui e dei-lhe o meu pequeno toque que para mim fez toda a diferença e usei apenas metade da quantidade do açúcar. Aqui fica a minha versão.

Ingredientes:
4 ovos
100gr de açúcar
200gr de côco ralado
Raspa de 1 limão ralada bem fina
 

Bater os ovos com o açúcar até estarem fofos e volumosos. Adicionar o côco e a raspa de limão e misturar tudo. Pré-aquecer o forno a 175ºC. Distribuir o preparado por forminhas de papel e levar ao forno cerca de 15m até estarem dourados. Colocar um ramequi com água no forno para dar mais humidade aos bolinhos.

Cheesecake Inocente

O caso avizinhava-se complicado. Há dias que se arrastava a derradeira decisão. No fundo era conhecida por todos mas principalmente pela Ré. Chegou o dia do veredicto e o Juíz ordenou que se apresentassem as provas. A falta de experiência da Ré e da sua advogada fez com que envolvessem terceiros nesta história. Foram apresentadas as provas pintadas de branco e apoiadas num rosa muito inocente. Chegaram as Testemunhas: Natas Frescas (200ml), Queijo Magro Batido 500gr (0% gordura), Gelatina (6 folhas), Ovos (2), Farinha com Fermento (50gr), Açúcar (25gr+120gr), Pudim Boca Doce de Morango (1 saqueta) e vieram também algumas Bolachas para segurar as testemunhas mais nervosas. Posto isto a Acusação declararou que os Ovos foram vistos numa taça com 25gr de açúcar, desapareceram e quando apareceram estavam bem fofos e volumosos. A eles se juntou a Farinha com Fermento e todos foram até a uma forma com 25cm de diâmetro. Foi colocada no forno a 175º cerca de 10m. Passado esse tempo apareceu um Disco bastante fofo que foi colocado a arrefecer numa rede. Foi visto um Pudim Boca Doce a ser preparado de acordo com as instruções e deixou-se arrefecer até começar a solidificar. Foi então avistado o Disco que foi colocado novamente na forma de mola e sobre este colocado o pudim que se deixou arrefecer completamente até  solidificar. Bateram-se as Natas Frescas até estarem bem espessas. Numa outra taça foi visto o Queijo Batido a ser batido com 120gr de Açúcar e mexido com a vara de arames. As 6 Folhas de Gelatina foram colocadas de molho em água 5m e depois transferidas para um tachinho com 4 colheres de sopa de Leite Quente e foram mexidas até estarem desfeitas. Envolveu-se as Natas no Queijo e adicionou-se com cuidado a Gelatina. Colocou-se o preparado sob o Pudim e com a ajuda de 1 Palito e cerca de 1 colher de sopa de Essência de Baunilha foram feitos alguns efeitos no topo. Foram todos até ao frigorífico e por lá passaram a noite. Conta quem os viu que se portaram muito bem e não provocaram quaisquer estragos. No dia seguinte a Ré pegou nas suas Testemunhas e com cuidado soltou-as colocando à sua volta, em jeito de abraço, umas Bolachas partidas ao meio, não fosse o Pudim ficar nervoso e fugir. Felizmente correu tudo bem, ninguém fugiu e os Jurados que pediam a condenação da Ré pelo excesso de calorias na Operação Bikini, acabaram por se converter e dar o seu veredicto, que, foi unânime ” O Cheesecake é Inocente”.

Bolo de Banana com Pepitas de Chocolate

Depois de um dia bem passado entre sol e banhos é hora de ver o que sobrou na arca, 2 bananas. Bem ao jeito americano, rápido, fácil e delicioso, sai um bolo de banana com pepitas de chocolate. Húmido e macio, e, se guardado no frio em caixa bem fechada aguenta 2 dias macio, húmido e perfumado . Uma receita já antiga no meu caderno e que na altura não anotei o autor, apenas sei que a anotei em inglês.

Ingredientes:
2 bananas maduras
125gr de açúcar
3 ovos
1 iogurte natural
1/2 copo da medida do iogurte de óleo
300gr de farinha com fermento
Pepitas de chocolate a gosto
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de essência de baunilha
 
 
Preparação: No copo da varinha mágica ou algo do género colocar as bananas partidas em pedaços e o iogurte por cima. Triturar bem. Adicionar o óleo e a baunilha e passar a varinha de novo. Por fim os ovos um a um. Todo este processo de bater costumo fazer com a varinha mágica. Numa taça grande envolver os ingredientes secos, inclusivé as pepitas,  deitar a mistura da banana e envolver tudo com a vara de arames.Untar uma forma de alumínio ou outra a gosto e levar a forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 30m mas convém ir fazendo o teste do palito.

Bolo de Chocolate, Banana e Maçã

Nada melhor para celebrar a época Estival que a mistura de sabores a quente e frio, chocolate e fruta. Nem o calor me demoveu de o fazer, e, ainda bem. A gula era mais que muita, o cheiro que andava pela cozinha fazia querer ainda mais, e quis, e, comi ainda morno duas belas fatias com gelado de baunilha. Afinal, a vida é feita de contrastes e de opostos.

Ingredientes:
4 ovos
1 banana
1 maçã ralada
1 iogurte de tuti-fruti
120gr de açúcar
200gr de farinha com fermento
30gr de cacau em pó magro
60ml de óleo de milho
 
  • Ligar o forno a 180ºC
  • Bater os ovos com o açúcar até estar bem fofos e volumosos.
  • Passar a varinha mágica no iogurte com a banana até ficar papa e juntar aos ovos. Juntar agora o óleo e mexer bem com uma vara de arames.
  • Adicionar a farinha e o cacau e mexer tudo com a vara de arames. 
  • Ralar a maçã e juntar de imediato à massa do bolo.
  • Untar uma forma de alumínio ou usar outra a gosto e levar ao forno a cozer cerca de 30m. Fazer o teste do palito no centro do bolo.
  • Deixar arrefecer numa rede. Acompanhar com gelado de baunilha que fica delicioso. Um bolo bem fofo e húmido.

Com Sabor a Banana Split

Não é nova esta receita por aqui. No entanto tinha que registar mais uma vez a textura perfeita, húmida e macia desta fatia com salpicos de chocolate.

Sim, as raspas de chocolate foram a única alteração, ou melhor, introdução, feita à receita que aqui relembro mais uma vez. Um bolo muito fácil, de preparar e de comer, e, que se tornou num dos favoritos cá de casa.

Ingredientes
  • 4 ovos
  • 100gr de açúcar
  • 170gr de farinha com fermento
  • 30gr de farinha integral
  • raspas de 3 barras de chocolate para culinária
  • 3 maçãs
  • 1 iogurte de banana
  • meia medida do iogurte de óleo de milho

Pré-aquecer o forno a 190ºC. Bater o açúcar com ovos durante cerca de 2m até estarem bem cremosos e volumosos. Juntar o iogurte e bater de novo. Envolver a farinha na mistura e o óleo. Por fim as maçãs e as raspas de chocolate. Untar uma forma de alumínio e deitar a massa. Vai ao forno aproximadamente 30m.

Fofos de Leite com Recheio de Bage Cremin

A receita já não é nova por aqui mas vale a pena relembrar. No entanto hoje apeteceu-me recheá-los com bage cremin. Resultado… uma verdadeira delícia. Basta imaginar a leveza destes muffins de leite misturada com o sabor abaunilhado do bage cremin… derretem-se na boca. Aqui fica mais uma sugestão para uma simples e rápida delícia que fica pronta em pouco mais de 15m.

Ingredientes:
180ml de leite
1 ovo
75gr de açúcar
50ml de óleo de milho
210gr de farinha com fermento
1 colher de chá de essência de baunilha
 
  • Com a vara de arames bater o ovo com o açúcar até estar bem clarinho e a mistura cremosa.
  •  Adicionar a baunilha e misturar bem. Adicionar a farinha alternando com o leite e por fim o óleo. Vão ao forno pré-aquecido a 180ºC 12m.
  • Deixar arrefecer numa rede.
  • Cortar a tampa do muffins e retirar um pouco do miolo do centro. Rechear com o bage cremin e degustar sem pensar em mais nada.

Estes muffins quando simples são tão fofos que quando sobram para o dia seguinte mantêm-se fofos e leves, impossível de lhes resistir.